Carta do Tarot - A Justiça



Antes de entrar no simbolismo e significações da carta do Tarot em si, gosto de analisar a origem e construção da linguagem das palavras que a carta se refere.


Na Justiça, palavra de origem do latim justitĭa,ae que significa equidade. É usada como substantivo feminino para a qualidade do que está em conformidade com o que é direito; maneira de perceber e avaliar o que é justo. Apenas por essa definição conseguimos ter um vislumbre do que ela se propõe: sentir e ser o que é certo ou justo.



Olhando para as diversas imagens que retratam esse arcano podemos observar (nas cartas que seguem os arquétipos originais) uma mulher sentada em um trono, tem em sua mão direita uma espada desembainhada com a ponta virada para cima (símbolo de decisão, palavra, poder e morte), e na esquerda uma balança com os pratos em equilíbrio (símbolo de justiça e equilíbrio da ordem social) à altura do coração. Este personagem, que é visto de frente, está entre dois pilares numa função de conciliação das polaridades. A mulher, que é um símbolo de reflexão e passividade, está sentada e ereta, denotando muita paciência e precaução. No entanto os adereços presentes no personagem contribuem para que o símbolo do feminino se transforme de yin para yang, de passivo para ativo, mudando rapidamente a sua interpretação. Ao contrário do arcano 2, no qual a figura feminina com o livro no colo se traduz em inação/interiorização, neste arcano, o elemento feminino com a espada e balança em punho, revela ação/exteriorização.


A carta Justiça é representada como uma mulher segurando uma espada e uma balança desde a época da arte romana. Para Aristóteles, esses elementos clássicos da simbologia da carta são a mais fiel representação do arquétipo que ela traz: isso porque a primeira representa muito bem a alegoria da distribuição e a segunda a sua capacidade equilibradora. A espada traz o movimento mental na determinação da ação/decisão psíquica que se procederá enquanto a balança realiza a distribuição entre os equivalentes "bem" e "mal" na expressão do princípio do equilíbrio. Esse conceito pode ser mais facilmente assimilado com Karma ou lei da ação e reação estando mais posicionada na configuração da "reação" das ações plantadas. A harmonia será sempre o objetivo final dessa carta, pois esse conjunto alegórico representa mais uma advertência do que uma previsão fatídica.


Nessa energia arquetípica da Justiça evidenciamos um claro ajustamento de contas. De quem? Da mente com o corpo, do inconsciente com a consciência. Ela coloca em equilíbrio algo que está fora de equilíbrio, como uma necessidade de manter as coisas no simples, no claro e no correto. Tudo o que enviamos para o mundo, cada palavra, cada atitude é devolvida na mesma intensidade que emitimos. Alguns chamam de lei do retorno, outros de Karma mas o fato é que ela está em operação o tempo todo. Ela vem reforçar a necessidade de ajustes na nossa vida, nossos pensamentos e nas atitudes que já tivemos que nos levem a um estado de melhora do nosso presente na relação divino/homem, ou seja, sua espiritualidade.


É a necessidade de uma mente equilibrada, de um rigo e moderação. É a imparcialidade utilizada na sua forma mais madura possível. Pois quando se está com a energia da Justiça bem trabalhada o indivíduo é estável e não se deixa abater pelo que acontece ao seu redor e não toma partidos equivocados. De forma alguma é um convite para a indecisão mas discernimento, equilíbrio, autoanálise e a sabedoria de que toda ação provocada gera uma reação e somos os únicos responsáveis por isso.



Significados simbólicos: decisão, separação entre bem e o mal, conciliação entre o ideal e o possível, objetividade.



Quais reflexões ela consegue nos trazer no dia-a-dia:


- Eu tenho clareza das minhas atitudes e pensamentos?

- O que eu estou passando tem alguma relação com algo que eu fiz?

- Meus pensamentos refletem minhas ações?

- Tomo o errado pelo certo?

- O que eu quero é o que eu deveria ter?
























48 visualizações

Agende Sua Consulta Online

Consulta Tarot Online

Cadastre-se Nas Notícias Da Semana

Siga-nos No Instagram:

© 2020 por Meu Tarot
Rua Jaraguá, 737 - Bom Retiro - São Paulo.
Por Rafael de Oliveira Ribeiro

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco
  • Branco Twitter Ícone